Corinthians fecha série de amistosos positivo, com duas e vitórias e um empate.

12/07/2018 - 07:07

Corinthians e Cruzeiro ficaram no empate nesta quarta-feira, na Arena, no segundo amistoso entre as equipes. Derrotados por 2 a 0 na última quarta, os visitantes abriram vantagem para devolver o placar no primeiro tempo, mas cederam o empate em 2 a 2 na segunda etapa.

O Cruzeiro levou a melhor pelo alto, com dois gols de cabeça, de Henrique e Rafael Sóbis, aos 14 e 23 minutos do primeiro tempo. O Corinthians diminuiu ainda na etapa inicial, com Paulo Roberto, aos 38, mas perdeu a grande chance de empatar, com Jadson desperdiçando um pênalti – mal marcado pela arbitragem. Só que Pedrinho, aos 38, salvou os donos da casa.

O Corinthians encerra assim seus três amistosos durante a parada para a Copa do Mundo com duas vitórias (2 a 0 sobre o Cruzeiro e 2 a 1 contra o Grêmio) e um empate. Nesta quinta, quem não atuou na Arena ainda fará jogo-treino contra o São Caetano no CT Joaquim Grava.

Página especial do Corinthians

Vídeos, notícias, gols, estatísticas, jogos, análises e opinião ESPN: tudo para o fã do esporte na página do Corinthians.

A volta do Campeonato Brasileiro para o Corinthians será na próxima quarta-feira, na Arena, contra o Botafogo. Já o Cruzeiro tem compromisso oficial mais cedo, na segunda, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Atlético-PR – na ida, vitória por 2 a 1.

Cruzeiro vence pelo alto

O primeiro grito de “uh” na Arena saiu aos 11 minutos, quando Dedé desviou cobrança de falta contra o próprio gol, mas Fábio, ligado, defendeu. Já, aos 14, foi Cássio, retornando da seleção brasileira, quem apareceu pela primeira vez, após lance confuso dentro da área corintiana.

Só que, no escanteio originado pela jogada, o Cruzeiro abriu o placar. Rafael Sóbis cobrou, e Henrique apareceu no primeiro pau para cabecear. Também pelo alto, os visitantes fizeram 2 a 0, desta vez, com o próprio Sóbis subindo, após bola levantada de Rafinha, aos 23 minutos.

O primeiro lance de verdadeiro perigo do Corinthians foi aos 32 minutos, em chute cruzado de Romero. Fábio deu rebote, e Matheus Matias, escalado como titular depois de seu primeiro gol com a camisa alvinegra, quase marcou – Dedé protegeu, e o goleiro se recuperou.

O Corinthians conseguiu diminuir aos 38, com Paulo Roberto, que entrou no lugar de Mantuan – que, por sua vez, sentiu a coxa. Rodriguinho ganhou de Dedé pela esquerda e cruzou rasteiro. A bola passou por Matheus Matias e se ofereceu ao lateral, que chapou no canto.

Curiosamente, Paulo Roberto, três minutos após marcar seu primeiro gol com a camisa do Corinthians, quase voltou a balançar a rede aos 41, mas contra, após errar bisonhamente um recuo para Cássio do meio-campo. A bola passou pelo goleiro, mas saiu para escanteio.

Polêmica esquenta segundo tempo

Na segunda etapa, o técnico Osmar Loss apostou no 4-1-4-1 para tentar buscar o empate, com entrada de Jadson no lugar de Renê Júnior e trocando Matias por Roger na frente.

O Corinthians teve mais posse de bola e ganhou chance de ouro para marcar aos 19 minutos, quando o árbitro Lucas Canetto Belotte viu pênalti de Fábio em Roger. É curioso que o atacante, quando levantou, apontou para o escanteio. O goleiro do Cruzeiro, depois, o cobrou para que avisasse que não foi tocado, mas não adiantou. Na cobrança, porém, Jadson errou.

A polêmica – e o chute por cima de Jadson – acendeu o Cruzeiro, que obrigou Cássio a fazer uma grande defesa aos 24 minutos, em lance que levantou a torcida na Arena, mas já não estava valendo. Foi a última jogada antes de as duas equipes fazerem uma série de mudanças.

E foi em jogada de dois reservas que o Corinthians chegou ao empate. Marquinhos Gabriel cruzou rasteiro da esquerda, e Pedrinho, xodó da torcida, chegou batendo para fazer 2 a 2.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 2 X 2 CRUZEIRO.

Árbitro: Lucas Canetto Bellote
Assistentes: Risser Jarussi Corrêa e Marco Antônio Motta Júnior
Público: 36.830 pagantes Renda: R$ 504.421,80
Cartões amarelos: Edilson (Cruzeiro)
Gols: CORINTHIANS: Paulo Roberto, aos 38 minutos do primeiro, e Pedrinho, aos 39 minutos do segundo tempo CRUZEIRO: Henrique, aos 15, e Rafael Sóbis, aos 24 minutos do primeiro tempo

CORINTHIANS: Cássio; Mantuan (Paulo Roberto), Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar (Juninho Capixaba); Gabriel (Léo Santos) e Renê Júnior (Jadson); Romero (Marquinhos Gabriel), Rodriguinho (Rodrigo Figueiredo) e Mateus Vital (Pedrinho); Matheus Matias (Roger) Técnico: Osmar Loss

CRUZEIRO: Fábio; Edílson (Lucas Romero), Dedé (Murilo), Leo e Egídio (Marcelo Hermes); Henrique (Ezequiel) e Lucas Silva (Ariel Cabral); Robinho (Bruno Silva), Thiago Neves e Rafinha (Patrick Brey); Rafael Sobis (David) Técnico: Mano Menezes

 

Compartilhe

Comentários

Notícias Relacionadas