SEINFRA INTENSIFICA TRABALHO DE CONSERTO DE GALERIAS EM TODA A CIDADE

09/01/2018 - 09:01

O aumento populacional, principalmente, nas cidades onde a infraestrutura não é adequada, gera uma série de dificuldades de ordem ambiental e social. E isso acontece na grande maioria da cidades do país. Estudos revelam que 70% dos 5.570 municípios brasileiros têm remoção de, no máximo, 30% do esgoto gerado e em apenas 31 das 100 cidades mais populosas isso fica acima de 60%. Existem 816 municípios com 10,7 milhões de pessoas sem qualquer serviço de coleta e de tratamento.

“Para se ter uma ideia, Patos, a terceira cidade do estado só tem 6% de saneamento básico, segundo dados da Cagepa - Companhia de Água e Esgotos da Paraíba”, revelou o secretário administrativo da Seinfra, Erasmo Magno dos Santos Silva. 

Uma matéria, publicada no correio braziliense, afirma que os investimentos na área, feitos pelo Governo Federal, ao invés de aumentar, estão em queda, devido às despesas com os salários e com a Previdência. O que é uma pena já que o saneamento é fundamental para a qualidade de vida nas cidades e para a saúde de todos os brasileiros.  

“Enquanto o dinheiro não vem, os governos municipais e estaduais tem que se desdobrar com soluções paliativas. Equipes da secretaria de infraestrutura, estão empenhadas, desde o início do ano, para minimizar os problemas de saneamento, existentes em nossa cidade, principalmente no que diz respeito à construção e conserto de galerias em todos os bairros da cidade”, disse Erasmo Magno dos Santos.  

Nesta segunda-feira, (08), o trabalho de fabricação e conserto das galerias, na cidade de Patos, começou bem cedo. A orientação era para que as equipes concentrassem os seus esforços no bairro do Jatobá, em regime de mutirão; mas, essas equipes tiveram que atender à chamados de outras localidades importantes, e que também necessitavam do auxílio delas, como Jardim Lacerda, Noé Trajano e Maternidade. 

“Ao todo, são12 funcionários da Seinfra, que se desdobram para atender às necessidades dos moradores dos bairros de Patos, porém, como a demanda é cada vez maior, já estamos estudando, junto ao prefeito Dinaldinho, uma forma de aumentar esse contingente”, disse Erasmo Magno 

Todos os funcionários da secretaria de infraestrutura usam os seus EPI’s, que são os equipamentos de proteção individuais e utilizam como ferramentas, para o serviço de alvenaria: alavancas, martelo, carrinhos de mão, pás e picaretas, pois a matéria prima usada na fabricação e conserto das caixas coletoras é mesmo areia, tijolos e cimento.

“Nosso maior problema hoje de verdade é assim, a equipe é pequena para muito serviço, mas a minha preocupação é com a chuvas; já estávamos até equilibrados, mas ai começaram as chuvas e as galerias estouraram de novo atrapalhando o nosso cronograma; além disso, a falta de consciência das pessoas que, ao jogarem lixo nas ruas, entopem as galerias; galeria é lixo, é sujeira”, lamentou o secretário administrativo.

Na semana passada, foi feita uma limpeza dos canais e bueiros, em parceria com a secretaria de serviços públicos, para que não piore o problema do entupimento das galerias, durante o período chuvoso.

 

Compartilhe

Comentários

Notícias Relacionadas